Neiva Ester
CANTATA DE NATAL
12-12-2010
20 horas

(Solicitar que cada criança traga um presente (novo) para doar nesse Natal a uma creche carente da cidade. Estender a solicitação aos pais e convidados que desejarem fazer parte dessa intenção.)
Nascimento de Jesus
Personagens : alunos do 3º ano.

Numa cidadezinha da Galileia, chamada Nazaré, vivia uma jovem humilde e temente a Deus, que estava de casamento contratado com um homem descendente da tribo de Davi, chamado José.
Maria era o nome da jovem que certa vez recebeu a visita do anjo Gabriel, trazendo-lhe a notícia:

(Maria entra no início da narrativa e fica varrendo o local. O anjo entra na palavra recebeu.)

Anjo: Que a paz esteja com você, Maria! Você é muito abençoada, o Senhor está com você!

Maria ficou sem saber o que pensar e admirada, refletia no que o anjo estaria querendo lhe dizer.

Anjo: Não tenha medo, Maria! Deus está contente com você.
Você ficará grávida e dará a luz a um filho e porá nele o nome de Jesus. Ele será um grande homem e será chamado Filho do Deus Altíssimo. Será rei e o seu reino nunca acabará.

Maria: Isso não é possível! Ainda não me casei.

Anjo: O Espírito Santo virá sobre você e o poder do Deus Altíssimo o envolverá com a sua sombra. Por isso o menino será chamado de Santo e Filho de Deus.

Maria: Eu sou uma serva de Deus; que aconteça comigo o que o senhor acabou de me dizer.

O anjo foi embora...
(Maria passa por José, conta e sai.)
E quando Maria contou a José que estava grávida, este que era um homem direito, não quis difamar Maria e por isso resolveu desmanchar o contrato de casamento, sem ninguém saber.
Enquanto José pensava nisso, um anjo do Senhor lhe apareceu num sonho e disse: (José fica pensativo, olhando para um determinado ponto)

Anjo: José, não tenha medo de receber Maria por sua esposa, pois ela está grávida do Espírito Santo.
Ela terá um menino e você porá nele o nome de Jesus. Ele salvará o seu povo dos pecados deles.

Quando José acordou, aceitou o estado de Maria e fez o que o Anjo do Senhor havia mandado. (Sai José.)
Naquele tempo, o imperador Augusto mandou uma ordem para todos os povos do império. Todas as pessoas deviam se registrar, a fim de ser feita a contagem da população. Por isso José foi de Nazaré, na Galileia, para a região da Judéia, a uma cidade chamada Belém e levou consigo Maria, com quem tinha casamento contratado.
(Passa José com Maria, grávida, pelo palco e depois coloca-se a estrebaria.)

Maria estava grávida e aconteceu que, enquanto se achavam em Belém, chegou o tempo de a criança nascer. (Choro de criança.)
(Entra Maria com o bebê, acompanhada de José.)
Então Maria deu a luz ao seu primeiro filho, enrolou o menino em panos e deitou numa manjedoura.

(Entra o anjo Gabriel seguido de vários anjos – 1º ano.)
No mesmo instante, apareceu junto com o anjo, uma multidão de outros anjos celestiais.

Anjos: Glória a Deus nas maiores alturas do Céu! E paz na Terra às pessoas a quem Ele quer bem!
(Anjos ficam para os lados da estrebaria, em meia lua.)

(Da entrada da igreja.)

Pastor: Vamos até Belém para ver o que aconteceu!

Pastor I: Vamos ver aquilo que o Senhor nos contou.

Os pastores foram depressa, encontraram Maria e José cuidando do menino, deitado numa manjedoura.

Voltaram rápido, contando a todos o que viram, conforme os anjos tinham lhes falado.
(Voltam para a entrada da igreja, falando às pessoas: _Jesus nasceu!)

Neste tempo também, alguns homens que estudavam as estrelas vieram do Oriente e chegaram a Jerusalém perguntando onde estava o menino que nasceu para ser o rei dos judeus?
Foram encaminhados a Belém, a menor cidade entre as principais de Judá.

(Magos, entram pela frente, apontando para o céu. Na altura do meio do corredor, apontam para a estrela da estrebaria.)

Quando viram a estrela ficaram muito alegres, entraram na casa e encontraram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram. Depois ofereceram os presentes que trouxeram ao rei: ouro, incenso e mirra. E num sonho Deus avisou que não voltassem para falar com Herodes, por isso voltaram para a sua terra por outro caminho.

(Magos saem pelos fundos, tiram a roupa e entram para cantar.)
(José e Maria, pegam o bebê e vem mais à frente. Tira-se a estrebaria.)

Foi esse o menino prometido, o Messias que precisava nascer e viver como humano, sofrer como um mártir, pelos pecados da humanidade.
(Alunos começam a entrar, colocar os presentes na caixa e depois se colocar no tablado.)

A união do nosso pensamento, das nossas boas intenções uns para com os outros, do nosso reconhecimento pelo Salvador, podem juntar-se a obediência aos princípios do Pai do Céu e servir como presentes ao menino recém-nascido .
“Quando a um desses meus pequeninos fizer, a Mim estais fazendo.”
Quando desejarmos Feliz Natal, não podemos esquecer dos pequenos de Jesus que não podem trocar presentes nessa data.
Entreguemos a gratidão da nossa vida a Jesus, através da alegria que podemos dar aos pequenos filhos de Deus, para agradecer o maior presente da nossa vida, a salvação em Cristo Jesus.

Música: Eu queria tanto...



Aluno do 2º ano: Quando você dá presentes, você reparte alegrias e recebe o bebê Jesus na sua casa e no seu coração.

Música: Dorme em paz

Aluno do 2º ano: O Natal é uma época muito especial, quando as músicas tocam o nosso coração e as luzes coloridas nos fazem sentir a paz, a harmonia e o amor dessa data.

Aluno do 2º ano: Dessa forma, queremos deixar a todos vocês a ansiedade, a emoção, a alegria e a paz do nosso

Todos: Feliz Natal!

Música: Feliz Natal


Encerramento : Agradecimento oficial da igreja e ORAÇÃO.

Neiva Ester
Ari Riboldi*

Ler é sempre uma grande aventura, ao alcance em qualquer momento e lugar. No silêncio da insônia noturna, na viagem de ônibus para o trabalho, no banco da praça, na sombra das árvores, no aconchego do lar, no recanto da biblioteca, à espera num consultório. Ler por puro prazer, para aprender mais, para saber – no sentido original, do latim, “sapere”, sentir o sabor. Sim, ler para sentir o sabor da cultura, conhecer o mundo, viajar pelo tempo e pelo espaço. Ler para dominar o texto – do latim “textum”, tecido. E de texto em texto, apropriar-se do grande mosaico do contexto, ou seja, a realidade, o mundo.

Ler é um verbo com etimologia instigante. No latim vulgar, “legere” significava escolher grãos de um cereal. Atividade do homem da terra, do agricultor. Mais tarde, ainda no latim, passou a ter o atual sentido de fazer a leitura. Afinal, a leitura é sempre uma colheita de letras feita com os olhos. Quem lê torna-se inteligente. Também do latim, “inter”, entre, e “legere”, ler, o inteligente vai além das letras, além do literal. Capta o que está subjacente, nas entrelinhas.

A leitura amplia o vocabulário. Mostra a propriedade e o correto emprego de cada termo. Expande as referências e as formas de comunicação. Ajuda a elaborar o raciocínio de forma lógica. Mostra o emprego da coordenação e da subordinação, a mescla das mesmas, com objetividade, clareza, na soma de ideias, em argumentações contrastantes, em causa e efeito. Enfim, a diversidade de estilos e de formas, na riqueza da linguagem.

A linguagem, o mais poderoso meio de comunicação, possui múltiplas finalidades. Serve como unidade de uma nação, aproxima o ser humano de seus iguais, na família, no trabalho, no meio social. Pode dar ordens, veicular promessas, súplicas, bendizer e maldizer. Ajuda a pensar, a acalentar sonhos. É a multiplicidade de textos com os mais variados fins: jornal, propaganda, dicionários, manuais, didáticos, poesia, crônica, conto, romance. Nos textos, a vida como ela é e a imitação da vida.

Os livros levam ao conhecimento de novas culturas, o que permite entender melhor a realidade, desenvolver uma visão crítica do mundo. Aumenta a capacidade de conviver com o diferente, ser mais tolerante, aceitar a opinião divergente. E, sobremaneira, contribui para aperfeiçoar a fala e a escrita, a linguagem como maior patrimônio individual e profissional. Por isso tudo e muito mais, é bom ler às pampas, às carradas, devorar livros, por prazer, por terapia. Como forma de buscar o conhecimento, ampliar os horizontes, aperfeiçoar-se, libertar-se da ignorância que limita e subjuga. Viva os livros! Emocionam, estimulam a criatividade, apontam caminhos, mudam trajetórias. São verdadeiros amigos de todas as horas.

*Professor e escritor
(ZH 09/11/2010)
Neiva Ester

Este urso que sai do envelope pode servir de mural de porta de sala de aula. Basta acrescentar uma vareta que saia da mão dele com a indicação da série e professora ou fita com balão em E.V.A. com os indicativos citados.
Neiva Ester
FORMATURA DO Pré-escolar
25-11-2010

PARTICIPANTES:
* Alunos do Pré-escolar 4 e 5 anos.
* Alunos do 1º e 2º ano, 3º ano e 4ª série.

DECORAÇÃO: Com balões e alusiva ao evento – formatura.

MURAL: Decorado com fotos dos alunos brincando em algum momento, durante todo o ano na escola. Procurar pegar fotos individuais de todos os alunos e fotos gerais da turma.

TAXA: R$ paga somente pelos alunos do Pré-escolar 5 anos.
CONVITE: R$

PRESENTE: Camiseta com as mãos de cada um carimbadas.

PADRINHOS: Cada aluno do Pré-Escolar 5 anos escolherá um aluno do 1º ano para conduzi-lo na entrada da formatura.


PROGRAMA
BOAS-VINDAS: diretora
Boa Noite!
São todos bem-vindos a esse programa tipicamente infantil, onde as brincadeiras e a seriedade fazem parceria para encantar a todos vocês.
Onde tem criança, não necessariamente terá brinquedos, mas brincadeiras, com certeza, pois se não tem brinquedo elas inventam. E são esses heróis das brincadeiras que eu chamarei agora: as crianças do Pré-Escolar 4 e 5 anos.

Lembro ainda que as fotos, com máquinas próprias, deverão ser tiradas do próprio lugar, pois vindo até a frente, estarão atrapalhando o andamento do programa.

MÚSICA : Brincadeira Barata para a entrada do Pré-Escolar 4 e 5..

(As crianças entram vestindo bermuda e /ou short saia do uniforme e camiseta de manga curta ou sem manga, usando boné (meninos) e tiaras com antenas (meninas) e nas mãos alguns brinquedos: pé-de-lata, pandorga, tampinhas de garrafa, brinquedos de sucata e cavalinhos-de-pau.)

(Depois que as crianças entrarem toca a música “Brincadeira Barata”.)

Todos cantam juntos.
COREOGRAFIA
Nas partes ilustradas: duas meninas vem à frente segurando linha e pandorga; grupo de meninas com tampinha de garrafa canta de frente para o grupo de menino e passa as tampinhas a eles; três crianças vem à frente caminhando sobre os pés-de-lata; crianças levantam os brinquedos de sucata; dois se cruzam na parte de baixo do palco com cavalos-de-pau.



PROFª. DA TURMA (Fala memorizada.): Bonita a brincadeira de vocês! Gostei de ver, mas agora é hora de alguns aqui, assumirem uma responsabilidade maior e para isso terão de sair um pouco e logo depois voltarem para continuarem na festa.
(Saem as crianças do Pré-escolar 5 anos e o Vitor Hugo fica)
PROFª. : Vitor Hugo, que estás fazendo aí, dessa vez você também vai. Chegou a sua hora de assumir compromissos mais sérios.

FALA DAS CRIANÇAS DO PRÉ -ESCOLAR 4 ANOS:

Nossos colegas foram se preparar.

Hoje a festa é deles.

Porque vão se formar

No ano que vem, no 1º ano vão ingressar

Mas nós também vamos brilhar

Nessa festa vamos brincar, cantar e enfeitar

(Vira-se para os colegas e diz:)
_Vamos outros amigos chamar?

_ Vamos!!!!!

(Ao solo da música, os integrantes do Coral entram pelos dois lados. As crianças do Pré-Escolar 4 anos se dividem em dois grupos para cumprimentá-los.)

MÚSICA: “Oi, oi amiguinhos”
1º solo: Coral entra cumprimentando o Pré-Escolar
Refrão: Todos cantam bem animados.
2º solo: Crianças se cumprimentam nos grupos em que estão
Refrão: Todos cantam bem animados, balançando os braços.

REGENTE DO CORAL: Percebo que vocês estão bem animados, preparados para a festa de Formatura dos seus colegas, mas antes deles chegarem, eu vou convidar o grupo de flauta da nossa escola para apresentar as músicas .... a fim de que vocês ouçam e saibam apreciar.
(Pré-Escolar 4 anos senta no palco.)

FLAUTA



NARRADORA: Agora eu vou convidá-los a sentar no banco reservado aqui na frente, para juntos poderem assistir um pouco do que vocês fizeram aqui na escola neste ano. Aqui cada um dos presentes poderá conhecer os colegas que para o ano de 2011, entrarão no Ensino Fundamental.
Por ser este um marco na vida de cada pessoa, quando começa o estudo regulamentar obrigatório, é que nós fazemos esta festa.
Vamos então, acompanhar um pouco do trabalho dessa turma em 2010.

(Montar um vídeo com fotos de todas as atividades realizadas durante o ano e em determinadas situações em que a criança se destacar, escrever o nome dela. Cuidar para que o nome de cada formando apareça uma vez. A narrativa será montada depois do vídeo pronto.)

NARRADORA: Agora que vocês já acompanharam um pouco do que essa turma fez, neste ano, vamos partir para o momento solene da festa.
Chamaremos os formando, que entrarão acompanhados dos amigos do 1º ano, escolhidos por eles para esse momento.

(Chamada nominal, em ordem alfabética.)

(Depois dos formandos todos à frente, cantar uma música infantil que fale sobre crianças e o futuro da nação.)

MÚSICA “SOMOS O FUTURO”






ORAÇÃO: formando vem à frente e convida as pessoas para se colocarem em pé.

Pai do Céu!

Em nome de Jesus, agradecemos a saúde e a vida, nossa e dos nossos queridos.
Entregamos o nosso programa e os nossos passos, daqui para frente, nas tuas mãos.
Amém!

NARRADORA: Chamaremos agora, para falar em nome dos formandos, ...........................


DISCURSO: criança vem à frente.

Senhora diretora, estimada professora, queridos pais e distinto auditório.
O nosso coraçãozinho está um pouco apertado em ter de deixar o Pré-Escolar, mas se alegra quando olhamos para frente e vocês nos apontam as coisas que ainda nos esperam.
Temos muito a realizar, mas para isso precisamos nos preparar e os passos que hoje damos, apoiados nas mãos de vocês, sabemos que serão fundamentais para o nosso futuro.
Obrigado, papai e mamãe, por escolherem essa escola para estudarmos.
Obrigado professora pelo carinho e os ensinamentos.
Obrigado Papai do Céu por cuidar de nós aqui.
Deixaremos o Pré-Escolar e entraremos no Ensino Fundamental, com a certeza de podermos continuar contando com todos vocês e procurando fazer o que é certo, “pois até a criança se dá a conhecer pelas suas ações, se o que faz é puro e reto”, Provérbios .........

Tenho dito.



FORMANDO I: Vamos fazer o nosso juramento?!

FORMANDO II: Vamos, o público está esperando.

FORMANDO I: Braço direito para frente!

JURAMENTO: (todos os formandos)

Prometemos ao concluir o Pré-Escolar
os seus ensinamentos conosco levar.

Das coisas da vida
o que for bom aprender
ao brincar ou estudar.

Ao papai e a mamãe obedecer
e ao bom Deus sempre honrar.



SECRETÁRIA: Seguindo o protocolo dessa solenidade que tem por objetivo marcar a passagem das crianças do Pré- escolar para o Ensino Fundamental Regulamentado, faremos agora a entrega dos Certificados de Participação no Pré-Escolar às crianças que contemplam a idade aceitável para o ingresso ao Ensino Fundamental.

(Leitura dos nomes em ordem alfabética, para o recebimento do certificado e a colocação do chapéu..)




FALA DA PROFESSORA:
Crianças, construímos este ano a cada dia um grande alicerce para as suas vidas.
Fomos colocando tijolinho a tijolinho, colando com as idéias de cada um de vocês e percebendo que ia ficado muito bom.
Tenho uma grande alegria em contar aos seus pais e familiares que ao brincarmos, escrevermos ou criarmos nossas histórias, trabalhamos muito sério e que vocês foram muito dedicados neste trabalho.
Parabéns pelos dias que viveram e ainda viverão até o final do ano letivo no Pré-escolar e muito sucesso para o próximo ano, quando novas experiências e desafios esperam, para cooperar com o crescimento de vocês.

(Professora abraça e presenteia a cada formando.)

FALA DA DIRETORA:
Primeiro quero me dirigir aos pais e dizer que a cada dia, você tem um privilégio muito grande, ao colocar a roupa no seu filho, ao olhar para o seu rosto ....
São momentos que muitas vezes se tornam automáticos nas nossas vidas, mas não deixam de ser mágicos porque o Deus do Céu os está concedendo e olhando por eles.
A vocês conto da maravilha que é ter uma família que os quer bem. Olha a prova aí. Todos aqui declarando o seu apreço, através da presença e do prestígio a vocês.
Parabéns, vocês que contam com todo esse carinho e mais, com o cuidado especial de Deus têm a chance de crescer para o bem e ir muito longe nos passos que essa vida nos compele a dar. Sigam, com passos largos, contando com a mão destes seus queridos a lhes orientar e com a guarda do Pai do Céu a lhes sustentar.

MÚSICA FINAL: Qual ave a voar


DESPEDIDA: diretora
Agradecemos a presença de todos nesse momento tão significativo para estas crianças e os despedimos desejando que os demais dias desse ano sejam de grande alegria para cada família que se faz representar aqui.
Convido a todos para termos uma oração final.
Diretora ora.
FALA DA NARRADORA:
Agora daremos a vez para a saída dos alunos do Canto Coral. Logo em seguida todos estarão liberados.
Os formandos permanecerão aqui à frente para o caso dos pais quererem tirar alguma foto e logo depois também estarão liberados.
Neiva Ester
Outro dia postei no blog a promoção da Raber. Se você não participou, ainda dá tempo, pois o sorteio será no dia 17 de dezembro.
Participe acessando o site:www.evaraber.blogspot.com
Neiva Ester
A Escola Rio Jacuí ficou em 2º lugar na II Mostra de Vídeo da 24ª CRE, que aconteceu no dia 25 de novembro, no Cine Via Sete.
O vídeo foi produzido, na sua maioria por alunos da 8ª série. No ano anterior a escola recebera o 1º lugar.
Parabéns, meus alunos!
Veja vídeo no site da escola: http://www.escolariojacui.blogspot.com.br ou no you tube:
http://www.youtube.com/watch?v=-0wzrwysX2A
Neiva Ester
Foram feitos dois trabalhos em E.V.A. de Natal e desta vez com boneco de neve.

Neiva Ester

Esta guirlandinha ficou simples, mas é uma ideia a mais.
Neiva Ester


Até parece que a estação que está chegando é a primavera! Aproveitando a inspiração fiz mais duas guirlandas de flores.
Neiva Ester

Participe da promoção da Raber.
Neiva Ester
Esta guirlanda foi feita com E.V.A.
Neiva Ester
Sempre pensei em como eu iria ser quando fosse homem, como aqueles que eu costumava admirar: homens bravos, montados em cavalos correndo a galope atrás de foras da lei a todo tempo.
Eu passava noites olhando através da janela da pequena casa velha de minha mãe, iluminada pelo brilho das estrelas que passavam pelas largas frestas e clareavam o meu olhar.
Quando a noite já tomara seu lugar cobrindo os campos de sereno e o vento assoviava mais alto que o silêncio, minha mãe, às vezes, muito brava, interrompia o meu sonhar dizendo:
_ Vá deitar, menino, já é tarde! Vá dormir para logo cedo acordar!
É eu tinha de acordar cedo mesmo, para poder ajudar minha mãe e meus irmãos, e isso tudo me roubava o tempo todo, mas mesmo assim achava um tempinho para estudar.
Minha mãe não falava para não me magoar, mas eu sabia que ela achava que um menino pobre como eu, raramente conseguiria ser quem eu desejava ser. Mas isso não era motivo de desânimo, mas sim, isso me fazia querer vencer sempre mais e mais.
Lutei diariamente por meus objetivos e quando atingi maioridade virei soldado da brigada militar. Eu me enchia de orgulho ao vestir minha farda marrom e montar num cavalo a trotear pela cidade fazendo o bem às pessoas que ali moravam.
Mas ser um soldado não me fez mudar o mundo, eu queria melhorar a cidade onde vivia e ajudar as famílias que ali viviam e acabar de vez com a miséria que assombrava mentes e fazia que o sofrimento ofuscasse os pequenos olhos das crianças que ali viviam.
E essa sede de querer apagar a realidade que muitas vezes me fazia chorar, fez com que eu e muitas pessoas buscássemos nossos sonhos. Não consegui mudar o mundo, mas sou hoje 2º Sargento da Brigada Militar e sei que fiz o sol brilhar em muitas vidas.
O lugar onde vivia ainda me traz saudades sempre quando eu lembro dos campos limpos e do rio de águas correntes que desciam por um amontoado de pedras, uma bela cachoeira onde eu sentava a observar os meninos que por ali se aventuravam entre pedras e quedas d’água.
Eu ficava horas e horas a sonhar e sonhar que um dia eu iria ver meus feitos escritos na história da pequena princesa do Jacuí, Cachoeira do Sul.

Este texto foi escrito pela minha aluna da turma 71, Tatiane Fagundes, baseado em entrevista com José Pedro Alves dos Santos e foi selecionado,pela escola, para a Olimpíada de Língua Portuguesa 2010, no gênero memórias literárias.
Neiva Ester
Naiara também fez esta bota numa versão com o Papai Noel saindo de dentro dela.
Neiva Ester

Minha filha fez esta guirlanda com uma Moça Noel que disse parecer-se com ela.
Neiva Ester
As bibliotecas sempre foram centros culturais da humanidade. Até hoje, os países mais desenvolvidos dão uma atenção especial a elas, pois ali está guardada a história da identidade humana.
O poeta Castro Alves escreveu um belo poema sobre os livros, o qual diz: "Bendito aquele que semeia livros, livros a mão cheia, e faz o povo pensar. O livro caindo n'alma é chuva que faz a palma, é água que faz o mar."
Este é o ranking das seis maiores bibliotecas do mundo (fora a internet, que conserva o maior banco de dados da atualidade):
Biblioteca do Congresso, em Washington: 23 milhões de livros.
Biblioteca Nacional da China, em Pequim: 16 milhões de livros.
Biblioteca Nacional do Canadá, em Ottawa: 14,5 milhões de livros.
Bibliotema Alemã, em Frankfurt: 14,4 milhões de livros.
Biblioteca Britânica, em Londres: 13 milhões de livros.
Bibliotema Nacional Francesa, em Paris: 11 milhões de livros.
No Brasil, a Biblioteca Nacional, que fica no Rio de Janeiro, possui um acervo de 9 mihões de peças, incluindo livros, fotos, desenhos, jornais, manuscritos, partituras, etc. Ela é considerada o maior acervo cultural da América Latina.
Sua fundação se deu no dia 29 de outubro de 1810, quando 60 mil peças, incluindo livros, mapas e moedas, foram transferidas da Real Biblioteca Portuguesa para o Brasil por ordem de Dom João VI. Como não havia ainda espaço apropriado para a coleção, o acervo foi guardado nas salas do Hospital da Ordem do Carmo, no Rio de Janeiro, e somente quem tinha uma autorização especial poderia pesquisar em seus livros.
Foi para comemorar a fundação da Biblioteca Nacional que o governo brasileiro resolveu proclamar 29 de outubro o Dia do Livro e do incentivo à leitura. Aliás, você sabia que a palavra Bíblia vem do grego ta bíblia, que quer dizer "coleção de pequenos livros"? É lógico que, com seus 66 livros, a Bíblia está longe de ser a maior biblioteca do mundo em termos numéricos, mas com certeza é a mais importante de todas.

Fonte:Curiosos no mundo de Deus, de Rodrigo e Lisliê Silva,2004.
Neiva Ester
Resolvi fazer uns testes costurando E.V.A. e enchendo-o com algodão ou fibra. O resultado foi o que se vê nas fotos.

Neiva Ester
Todos os Sábados à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o
pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos.
Numa tarde de Sábado, quando chegou à hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito. O menino se agasalhou e disse:
-Ok, papai, estou pronto.
E seu pai perguntou:
-Pronto para quê?
-Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos.
Seu pai respondeu:
-Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito.
O menino olhou para o pai surpreso e perguntou:
-Mas, pai, as pessoas não vão para o inferno até mesmo em dias de chuva?
Seu pai respondeu:
-Filho, eu não vou sair nesse frio.
Triste, o menino perguntou:
-Pai, eu posso ir? Por favor!
Seu pai hesitou por um momento e depois disse:
-Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho.
-Obrigado, pai!
Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos
caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via.
Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu. Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta.
Finalmente, este soldadinho de onze anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a campainha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar muito triste. Ela perguntou gentilmente:
-O que eu posso fazer por você, meu filho?
Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este
pequeno menino disse:
-Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR.
Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora.
Ela o chamou e disse:
-Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!
Bem, na manhã do seguinte Sábado na igreja, o Papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou:
- Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?
Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé.
Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto.
- Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem antes do sábado passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixando-me totalmente sozinha neste mundo. No Sábado passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver.
Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei:
-Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora.
Eu esperei e esperei, mas a campainha era insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte. Eu pensei:
-Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar.
Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta,
enquanto a campainha soava cada vez mais alta.
Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração que estava morto há muito tempo SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim:
-Senhora, eu só vim aqui para dizer QUE JESUS A AMA MUITO.
Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos.
Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto.
Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês vêem - eu agora sou uma FILHA FELIZ DO REI!!!
Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADO ao anjinho de Deus que no momento certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno. '
Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício,
o Papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção a primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente.
Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho...
Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai
assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome.
Bem aventurados são os olhos que vêem esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante.
Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você.
Por isso...
_Me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de
dizer que JESUS TE AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto.
Neiva Ester
Para que o irmãozinho de 4 anos não ficasse com ciúme, minha filha Naiara também fez um enfeite de porta para o torcedorzinho tricolor.
Neiva Ester
Minha filha fez esse enfeite de porta para o quarto do priminho.

Neiva Ester
Marcadores: 0 comentários | | edit post
Neiva Ester
Os meninos não podiam ficar de fora.

Neiva Ester
Estes marcadores foram feitos para que as meninas localizassem mais facilmente as páginas da agenda escolar. Foram feitos com E.V.A. e colorset.

Neiva Ester
Estes são livros de tecido para crianças aprenderem a dar nós e topes.
As crianças podem ajudar a pintar a capa com molde vazado e depois dá-se o retoque com cola colorida relevo e a escrita com caneta de tinta para tecido. Pode-se enfeitar com botões, lantejoulas ou outros apliques.

Neiva Ester
Os brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, realmente parece que é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem seus pontos positivos e negativos, mas no exterior eles maximizam os positivos, enquanto no Brasil se maximizam os negativos. Aqui na Holanda, os resultados das eleições demoram horrores porque não há nada automatizado.
Só existe uma companhia telefônica e pasmem!: Se você ligar reclamando do serviço, corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado.

Nos Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o sanduíche em um guardanapo - ou de lavar as mãos antes de comer. Nas padarias, feiras e açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro e com mesma mão suja entregam o pão ou a carne.

Em Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas enroladas em folhas de jornal - e tem fila na porta.

Na Europa, não-fumante é minoria. Se pedir mesa de não-fumante, o garçom ri na sua cara, porque não existe. Fumam até em elevador.

Em Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de 'Como conquistar o Cliente'.

Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo? Impõem suas crenças e cultura. Se você parar para observar, em todo filme dos EUA a bandeira nacional aparece, e geralmente na hora em que estamos emotivos.

Vocês têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a língua portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as empresas de software a chamam de português brasileiro, porque não conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da língua Portuguesa.

Os brasileiros são vitimas de vários crimes contra a pátria, crenças, cultura, língua, etc... Os brasileiros mais esclarecidos sabem que temos muitas razões para resgatar suas raízes culturais.

Os dados são da Antropos Consulting:

1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial.

2. O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma.

3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.

4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo.

5.. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.

6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.

7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.

8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil novas habilitações a cada mês.

Na telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas.

10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO- 9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México, são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.

11. O Brasil é 1º maior mercado de jatos e helicópteros executivos do mundo.

Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?

1. Por que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros é maior do que o da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?

2. Que têm o mais moderno sistema bancário do planeta?

3. Que suas agências de publicidade ganham os melhores e maiores prêmios mundiais?

4. Por que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que mais de 70% dos brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável parte de seu tempo em trabalhos voluntários?

5. Por que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?

6. Que apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus próprios membros, o que raramente ocorre em outros países ditos civilizados?

7. Por que não se lembram que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro, que se esforça para falar a língua dos turistas, gesticula e não mede esforços para atendê-los bem?

Por que não se orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que enfrenta os desgostos sambando..

É! O Brasil é um país abençoado de fato.
Bendito este povo, que possui a magia de unir todas as raças, de todos os credos.

Bendito este povo, que sabe entender todos os sotaques.
Bendito este povo, que oferece todos os tipos de climas para contentar toda gente.
Bendita seja, querida pátria chamada
Brasil!!

P.S.:Recebi este artigo por e-mail e achei oportuno refletir no assunto tratado.
Neiva Ester
Se eu falasse em termos acadêmicos e usasse os melhores métodos de ensino, e fracassasse em ganhar meus alunos para o Reino de Deus e em formar neles um caráter sólido e cristão, seria como o gemido do vento num deserto árido.

Se eu tivesse a habilidade de um especialista e entendesse todos os mistérios da psicologia e tivesse um profundo conhecimento bíblico, mas se não conseguisse torná-los amigos de Cristo, viria a ser como a neblina no mar imenso.

Se eu lesse todos os manuais pedagógicos e assistisse a todos os cursos de atualização e,todavia, me contentasse em somente transmitir meus conteúdos aos meus alunos sem buscar neles mudança de vida, de nada valeria.

O genuíno mestre é benigno, equilibrado, não inveja os demais educadores, não se vangloria, não se envaidesse. Um verdadeiro mestre não se porta indignamente, não busca seu próprio proveito e não se irrita facilmente. Tudo suporta, tudo crê, tudo espera...

E agora permanece o conhecimento, o método e o amor. Desses três, porém o maior deles é o amor.

PR. Sandro dos Santos
Neiva Ester
A pressa é inimiga da conexão.
Amigos, amigos, senhas à parte.
Antes só que em chats aborrecidos.
A arquivo dado não se olha o formato.

Diga-me que chat frequentas e te direi quem és.
Para bom provedor uma senha basta.
Não adianta chorar sobre arquivo deletado.
Em briga de namorados virtuais não se mete o mouse.

Em terra off-line, quem tem um 486 é rei.
Hacker que ladra, não morde.
Mais vale um arquivo no HD do que dois baixando.
Mouse sujo se limpa em casa.

Melhor prevenir do que formatar.
O barato sai caro. E lento.
Quando a esmola é demais, o santo desconfia que tem vírus anexado.

Quando um não quer, dois não teclam.
Quem ama um 486, Pentium 5 lhe parece.
Quem clica seus males multiplica.
Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.

Quem envia o que quer, recebe o que não quer.
Quem não tem banda larga, caça com modem.
Quem nunca errou, que aperte a primeira tecla.
Quem semeia e-mails, colhe spams.

(Recebi este texto via e-mail. Não sei o nome do autor.)
Neiva Ester
Na sala de aula existem vários tipo de aluno, cada um com suas características. Uns são tímidos, outros nem tanto. Outros são quietos, enquanto outros são tagarelas. Cada um deles tem seus pensamentos, seu jeito de se expressar e até o jeito de andar. Cada um com a sua personalidade.

O AUSENTE-DE-CORPO-PRESENTE
Esse faz tudo o que não é sobre a matéria. Organiza a agenda. Faz o tema de outras disciplinas. Joga jogo da velha. Desenha. Escreve músicas. Pinta até a unha! Mas nunca presta atenção à aula.

O CDF
Esse sabe de tudo. Está sempre estudando. Ora nos livros ora no computador. É aquele “amigo” para todos os trabalhos. É inteligente e muito atento. Presta atenção em tudo o que o professor explica. Faz os temas de casa. Faz os trabalhos com muita eficiência. Se deixar até elabora exercícios para estudar em casa. É o mais querido do professor. Está sempre com a mão levantada, pronto para responder a questão.

O PERGUNTÃO
O perguntão pergunta de tudo e de todos. Pergunta se pode ir ao banheiro. Pergunta as horas. Pergunta qual a matéria seguinte. Pergunta se já é hora do recreio. Pergunta sobre o conteúdo. Pergunta sobre a novela. Pergunta até se pode perguntar.

O RELIGIOSO
É aquele aluno que não gosta de estudar. Mas tem fé. Quando um texto é muito extenso diz: “Ai, meu Deus!” Quando a prova é difícil: “Ave Maria”.
Quando termina de fazer algo: “Amém”. Ora para não chover. Ora se não estudou. Ora para não ser reprovado. Ora a todo instante. Quando chega a prova diz: “Seja o que Deus quiser”. Enfim, espera que Deus resolva tudo por ele.

(Alana Zavareze Anillo e Kerolin Fagundes Castro, alunas da turma 81/2010, da Escola Rio Jacuí)
Neiva Ester
video
Neiva Ester
Você já perdeu a voz no meio da aula? Sente coceira na garganta, pigarro ou rouquidão? A maioria dos professores sofre de algum problema de voz.
Com o intuito de ser compreendido por todos os alunos, os educadores falam em um tom bem mais alto e sacrificam suas cordas vocais. Nas classes se ouvem ruídos internos e externos, e na tentativa de encobrir o barulho o professor não percebe que está gritando.
Especialistas dizem que o uso inadequado da voz pode ocasionar rouquidão, perda ou falha da voz, problemas de respiração e até calos nas cordas vocais.

Cuidados básicos para não perder a voz

_ Beba água enquanto estiver dando aula. O mínimo recomendado é de oito copos por dia.

_ Evite pigarrear, pois isso irrita ainda mais a garganta.
_ Antes das aulas, prefira refeições leves.
_ Faça gargarejo leve durante o dia.
_ Durma bem.
_ Alimente-se corretamente.
Tudo isso contribui para o bom funcionamento vocal. Caso sua voz permaneça alterada durante 15 dias, procure um médico.

Fonte: Agenda 2010 - Educação Adventista.
Marcadores: , 0 comentários | | edit post